sábado, 26 de agosto de 2006

Banho de chuva

Agora banho de chuva passa a ter um outro significado.

Meu pai vem falando a semana inteira sobre um encontro de motociclistas na praia de Imbé hoje. Como o céu estava nublado e a previsão era de chuva, abandonamos mesmo pela manhã a idéia de ir até a praia. Era certo que iria chover. Mas como existe um grupo de amigos se formando e esses encontros não acontecem com muita freqüência, decidimos ir até o laçador (que seria o ponto de encontro do pessoal) para bater-papo antes que o pessoal seguisse viagem. Como eu já estava acordado e uma companhia é sempre bem-vinda, acabei indo com ele, mas tendo a certeza de voltar pra casa sem seguir viagem.

Pois é. Conversamos, ficamos filosofando sobre o céu, se vai chover ou não, e quando eu vi que tudo o que eles precisavam era de alguém que dissesse alguma frase com voz firme sobre o tempo, eu falei: Não vai chover! Resultado? Saímos antes das 10h em direção à Imbé. Viagem super tranqüila, bom almoço, tempo quente, perfeito.

Na volta, passando o posto de pedágio de Gravataí, começou a chover. Não era chuva forte, mas o suficiente para molhar o asfalto de forma que as rodas levantassem água. Como eu estava com um casaco impermeável, fiquei molhado só da cintura pra baixo. E só na parte da frente.

Aí veio a cena do dia: Quando chegamos em casa e eu percebo que a minha mãe está prestes a sair xingando, eu larguei: Bah, conseguimos escapar da chuva por pouco. Ela ficou sem ânimo até pra xingar.

Resumindo: valeu a pena. Primeira vez que eu tomo um banho de chuva de verdade em cima de uma moto. E não é o pesadelo que eu pensei que fosse. O próximo passo é sair de moto em um dia de tempestade pra ver como é (just kidding).

Outras novidades? O Coster está indo pra Alemanha, e como ele vai comprar um notebook lá eu comprei o notebook usado dele. Apesar de ser o modelo mais básico da Dell, a máquina é simplesmente fantástica.

Tá bom, eu confesso, é mentira: eu não comprei o note. Eu ia comprar, mas o meu pai quis me dar como presente adiantado de formatura. Aceitei de bom grado. Agora ficou a obrigação de terminar o TC neste semestre e me formar no final do ano. Valeu, pai!

Nenhum comentário: