sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Pra que a pressa, 2007?

Faz um mês que mudamos de ano. Eu lembro como se fosse ontem: a festa, os fogos, a garrafa de espumante...

E 2007 entrou com uma pressa terrível. Assuntos da formatura, detalhes da recepção, da festa. Hoje poderia tranqüilamente ser dia 10, 15 no máximo. Mas não, já é dia 2 de fevereiro. Pra que a pressa, 2007?

Resumo dos fatos recentes:
  • Meu pai viajou para Camboriu, e me deixou cuidando de tudo. Meu cachorro teve cálculo renal e quem precisa levar ele de um canto à outro? Eu, é claro. Mas ele merece umas férias de vez em quando, e eu tenho mais é que ficar feliz por poder dar à ele essas mini-férias.
  • O cachorro foi operado, passou pela anestesia e está bem. Daqui a 4 dias deve receber alta. É só um cachorro? Não, é um amigo.
  • Meus pais estão fazendo 27 anos de casados, e no caso deles parabéns são mais adequados que pêsames. Então parabéns para os dois.
  • Troquei de celular, e para baixar o custo do aparelho migrei para um plano de conta. Não poderia ter feito isso em melhor hora.
  • Oficialmente terminou meu estágio de 30 horas. A partir de agora, 40 horas semanais.
  • A Priscilla e a Bruna se mudaram. Tentei ajudar, mas o armário da Pri ficou um pouco torto, e acabei sendo demitido dessa função.
  • Continuo fazendo gambiarras. E elas têm funcionado.
  • Fiquei com pouco espaço em disco hoje. Hora de deletar algumas coisas...
  • Viagem de carnaval marcada para Guarda do Embaú. É o segundo grande evento do NDI-Indiadas.
  • Não quero mais a função de ficar cuidando da casa, especialmente quando a regra é "paga que depois eu te deposito". Sustentar uma família sai caro.
  • Consegui deixar a maior decepção do ano passado no ano passado. Poucas chances dela se repetir neste ano.

Nenhum comentário: